passaro vago

Untitled

MEIA 2016
Produção e Design do Festival de Música Experimental e Improvisada em Aveiro
4-5 Novembro / 21H
Museu De Aveiro

O MEIA vai para a sua 3ª edição com um cartaz onde qualidade dos músicos convidados e a beleza do espaço onde decorrerá serão o principal mote do festival. Nomes com forte atividade no cena nacional e internacional da música experimental e improvisada como Rafael Toral, João Pais Filipe, Hugo Antunes, Paulo Curado e Miguel Mira entre outros vão fazer-se ouvir nos espaços ex-libris da cidade de Aveiro, o Museu de Aveiro (Santa Joana) e a Igreja de Jesus.

Na primeira noite dia 4, a Igreja de Jesus, classificado como monumento nacional, recebe o trio liderado por Hugo Antunes, contrabaixista português que se tem evidenciado no jazz e música improvisada na europa. Antunes convida dois pesos pesados do improviso em Portugal, o violoncelista Miguel Mira (Motion Trio) e saxofonista e flautista Paulo Curado. Na mesma noite o projecto Phantom Trio, composto por Fábio Almeida no saxofone, Sérgio Tavares contrabaixo e João Martins na bateria, irá apresentar o seu recente disco de estreia #00 (4.5/5 – jazz.pt) editado pela prestigiada editora de música improvisada Creative Sources.

Sábado, dia 5, Diana Combo (Eosin) e Tiago Silva (The Orm), apresentam Linden, duo que se formou para tocar no festival Rama em Flor, na ZDB. O concerto no festival MEIA é o segundo deles e o primeiro como Linden. Para encerrar o certame o Museu de Aveiro recebe Rafael Toral, músico reconhecido internacionalmente desde a década de 80 pela sua forma inovadora de explorar a música, e que colaborou com notáveis figuras como o John Zorn, Evan Parker ou os Sonic Youth convida o baterista João Pais Filipe, frequente experimentalista do espaço Sonoscopia e membro do coletivo HHY & Macumbas.

Os concertos são gravados na sua totalidade tendo como objectivo, a posterior edição de alguns dos espectáculos em formato audio, tal como tem acontecido desde a 1º edição.

Festival MEIA 2016

October 30, 2016

Untitled

MEIA 2016
Produção e Design do Festival de Música Experimental e Improvisada em Aveiro
4-5 Novembro / 21H
Museu De Aveiro

O MEIA vai para a sua 3ª edição com um cartaz onde qualidade dos músicos convidados e a beleza do espaço onde decorrerá serão o principal mote do festival. Nomes com forte atividade no cena nacional e internacional da música experimental e improvisada como Rafael Toral, João Pais Filipe, Hugo Antunes, Paulo Curado e Miguel Mira entre outros vão fazer-se ouvir nos espaços ex-libris da cidade de Aveiro, o Museu de Aveiro (Santa Joana) e a Igreja de Jesus.

Na primeira noite dia 4, a Igreja de Jesus, classificado como monumento nacional, recebe o trio liderado por Hugo Antunes, contrabaixista português que se tem evidenciado no jazz e música improvisada na europa. Antunes convida dois pesos pesados do improviso em Portugal, o violoncelista Miguel Mira (Motion Trio) e saxofonista e flautista Paulo Curado. Na mesma noite o projecto Phantom Trio, composto por Fábio Almeida no saxofone, Sérgio Tavares contrabaixo e João Martins na bateria, irá apresentar o seu recente disco de estreia #00 (4.5/5 – jazz.pt) editado pela prestigiada editora de música improvisada Creative Sources.

Sábado, dia 5, Diana Combo (Eosin) e Tiago Silva (The Orm), apresentam Linden, duo que se formou para tocar no festival Rama em Flor, na ZDB. O concerto no festival MEIA é o segundo deles e o primeiro como Linden. Para encerrar o certame o Museu de Aveiro recebe Rafael Toral, músico reconhecido internacionalmente desde a década de 80 pela sua forma inovadora de explorar a música, e que colaborou com notáveis figuras como o John Zorn, Evan Parker ou os Sonic Youth convida o baterista João Pais Filipe, frequente experimentalista do espaço Sonoscopia e membro do coletivo HHY & Macumbas.

Os concertos são gravados na sua totalidade tendo como objectivo, a posterior edição de alguns dos espectáculos em formato audio, tal como tem acontecido desde a 1º edição.

_____

Dia 4 de Novembro

21:00
HUGO ANTUNES TRIO
HUGO ANTUNES
MIGUEL MIRA
PAULO CURADO

A_Hugo Antunes Trio_580

22:30
PHANTOM TRIO
FÁBIO ALMEIDA
SÉRGIO TAVARES
JOÃO MARTINS

A_Phantom Trio_580

DIA 5 DE NOVEMBRO

21:00
LINDEN
DIANA COMBO
TIAGO SILVA

A_Linden_580

22:30
RAFAEL TORAL
JOÃO PAIS FILIPE

A_Rafael Toral_580

A_João Pais Filipe_580(2)

_____

Produção: Pássaro Vago
+info: http://passarovago.com/

Contactos:
passarovago@gmail.com
geralmeia@gmail.com
+351 91 4647117
+351 91 6361470

vaga pascoa maio

[12h00-18h00]
Local: Mercado Cooletivo Aveiro, Jardim do Mercado Manuel Firmino
Entrada Livre

Jazzwalkers (dj set)
Bwcolors (live act)
Luís Formiga

[19h00-00H00]
Local: Ibeeria Festival, Mercado Manuel Firmino
Rui Veiga [Dj Set]

_____________________________________________

Bwcolors [16h00]
Bwcolors é um projecto de Pedro Guerra nas electrónicas e na guitarra. Uma viagem electrónica onde a melodia se encontra com a luz e a sombra com o vazio do espaço. Atmosferas psicadélicas exprimem-se nas cordas da guitarra e a leveza dos ambientes sonoros projecta o visual num local remoto da mente.
http://passarovago.com/bw-colors/

Luis Formiga [18h00]
Não esperem entretenimento, risadas vazias e letras em vácuo. Aquele que se descreve como “caçador de cerejas e tempestades” há-de continuar a trocar os v’s pelos b’s e a levar a sua música com gente dentro, na catarse do tempo. Expurgando os seus demónios numa terapia diáfana, para nos relembrar que mesmo no recanto mais negro da nossa alma se pode vislumbrar a beleza que reside entre notas e palavras.
http://luisformiga.com/category/press/

Jazzwalkers Dj set [12H00 – 19H00]
Jazzwalkers são um duo. Bla , bla , bla , bla , bla , bla , bla , bla , bla , fumam cigarros, vestem smoking e gravata preta. Yada , yada , yada , Jazz , Blues, Hip- hop, soul , funk, afro- beat , latino , erotic beats .
“Assim por diante, qualquer que seja, onde quer que, sempre que, tocando principalmente em Aveiro, Coimbra e Lisboa. Etcetera, entre outras coisas. Chega de conversa fiada !
Nós tocamos com a alma. Nós tocamos para subconsciente, para o corpo desabitado e com uma dança sem igual.
Desde o West Coast, Cool, Swing, Be-Bop, Hard Bop, Delta blues. Ritmos baseados no Hit -hat para levantar o humor. Arranjos de saxofone e trompete para impingir uma alegria involuntária entre o público. Um prelúdio para relaxar a mente .
Até dizemos: Basta de emoções, vamos para o contacto físico! Então desencadeamos ritmos mais elevados aumentando o volume das músicas. O subconsciente se transforma numa necessidade dramática de cadência do corpo para manter-se com os ritmos mais vibrantes. Funky-Grooves, Brass-Band, Acid-Jazz, Boogaloo, Afro-Beat, Hip-Hop … tudo para ser misturado a fim de fornecer as necessidades emocionais / físicas do público.”

MEIA 2015
Direção de produção e Design de Imagem da extensão do Festival de Música Experimental e Improvisada em Aveiro – extensão a Águeda – que contoucom a apresentação do projecto Oxímoro pelas 22h e ainda com uma jam session.
O evento aconteceu no espaço InCA – Incubadora Cultural de Águeda localizado no parque de Alta Vila em Águeda

(através de Águeda.Tv)

O MEIA, Festival de Música Experimental e Improvisada em Aveiro, é uma organização do colectivo e editora de música aguedense Pássaro Vago com a parceria da associação cultural Pauta Humana, surgiu da vontade de criar um festa anual de amostra de música experimental e improvisada em Aveiro.
No dia 28 de Novembro houve uma extensão do Festival na cidade de Águeda, que contou com a presença do projeto Oxímoro liderado pelo saxofonista brasileiro Leonardo Pellegrim, com seu compatriota Márcio Silva na bateria e ainda Mauro Ribeiro na guitarra.
A extensão aconteceu no Espaço InCA – Incubadora Cultural de Águeda e foi resultado de uma parceria entre a editora Pássaro Vago com a associação cultural Pauta Humana e com o apoio da Câmara Municipal de Águeda.
________________

22h00 | Oximoro
Leonardo Pellegrim – saxofones
Mauro Ribeiro – guitarra
Márcio Silva – bateria

O concerto “Oximoro” propõem-se como uma constantemente circulação da inter- discursividade, furando as películas da textualidade e clamando por um rizoma contra intuitivo na mente humana. Este concerto funde-se em dois momentos, um único oximoro, que junta declarações- tácitas, silêncios-ruidosos, lentidões-rápidas aos ilustres desconhecidos músicos Andreia Santos, Marcio Silva e Leonardo Pellegrim. O espéctaculo vai ser dividido em dois momentos compostos por Leonardo Pellegrim, um primeiro momento intitulado “Figura nº15” e um segundo, “Suite para Synchresis” Pojecção de filmes de: Robin Fox, Botborg, Ian Andrews e Chris Abbas.

________________

Ficha Técnica:

Organização:
Pássaro Vago

Direção Artística:
Rui Veiga

Direção de Produção:
Luís Formiga

Co- Produção:
Pauta Humana

Ilustrução e Design:
Luís Formiga

Colaboradores:
Adriano Santos
Bruno Pinho

Contactos:
geralmeia@gmail.com
passarovago@gmail.com

Site:
www.facebook.com/festivalmeia

Production | MEIA 2015

November 10, 2015

MEIA 2015
Direção de produção e Design de Imagem do Festival de Música Experimental e Improvisada em Aveiro
6 e 7 de Novembro em Aveiro

Banner Evento MEIA 2015-02-01

Fotografias do Evento:
https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1656307471323526.1073741832.1481285512159057&type=3

O MEIA, Festival de música experimental e improvisada em Aveiro, é organização do colectivo e
editora de música Pássaro Vago com a parceria da associação cultural Pauta Humana, surgiu da
vontade de criar um festa anual de amostra de música experimental e improvisada em Aveiro.
Este festival teve a sua primeira edição em Novembro de 2014 em Aveiro no auditório do
Mercado Negro e no espaço do GRETUA o qual foi um sucesso tendo sido possível ouvir ecos
sobre o festival tanto na imprensa regional quer nacional. A edição do MEIA 2014 ficou
culminada uma extensão do festival na Casa das Artes da Fundação Bissaya Barreto no dia 12 de
Dezembro em Coimbra.

Em 2015, a segunda edição do MEIA vai realizar-se nos dias 6 e 7 de Novembro no auditório do
Gretua e vai contar com a participação de conceituados e emergentes nomes do panorama
tanto da música experimental e improvisada como do jazz nacional. Dia 6 de Novembro o
programa contará com as actuações do trio composto por Leonardo Pellegrim no saxofone,
Andreia Santos no trombone e Márcio Silva na bateria e do quarteto Paulo Alexandre Jorge and
The Free Jazz Company. No dia 7 de Novembro o espaço Gretua acolherá o quinteto Curva De
Möbius com Paulo Duarte na guitarra, Paulo Chagas na flauta e saxofone, Fernando Simões no
trombone, Miguel Falcão no contrabaixo e Luis Filipe Silva na bateria e para acabar o certame o
conceituado jovem saxofonista português João Mortagua irá tocar em duo com o baterista
Pedro Vasconcelos num concerto que será gravado para futura edição em disco pela editora de
música aveirense Pássaro Vago.

Dia 6:
Leonardo Pellegrim + Andreia Santos + Márcio Silva
Leonardo Pellegrim – saxofones
Andreia Santos – trombone
Márcio Silva – bateria

Paulo Alexandre Jorge and the Free Jazz Company
Paulo Alexandre Jorge – saxofones
Ulisses Teixeira – guitarra
Guilherme Carmelo – baixo
José Manuel Pereira – bateria

Dia 7:
João Mortágua + Pedro Vasconcelos
João Mortágua – saxofone
Pedro Vasconcelos – bateria

Curva De Möbius
Paulo Duarte – guitarra
Paulo Chagas – flauta e saxofone
Fernando Simões – trombone
Miguel Falcão – contrabaixo
Luis Filipe Silva – bateria

________________

Ficha Técnica:

Organização:
Pássaro Vago

Direção Artística:
Rui Veiga

Direção de Produção:
Luís Formiga

Co- Produção:
Pauta Humana

Ilustrução e Design:
Luís Formiga

Fotografia:
David Gama

Colaboradores:
Adriano Santos
Bruno Pinho
Pedro Guerra

Contactos:
geralmeia@gmail.com
passarovago@gmail.com

Site:
www.facebook.com/festivalmeia

Festival MEIA 2015

October 20, 2015

MEIA 2015
Direção de produção e Design de Imagem do Festival de Música Experimental e Improvisada em Aveiro
6 e 7 de Novembro em Aveiro

Banner Evento MEIA 2015-02-01

O MEIA, Festival de música experimental e improvisada em Aveiro, é organização do colectivo e
editora de música Pássaro Vago com a parceria da associação cultural Pauta Humana, surgiu da
vontade de criar um festa anual de amostra de música experimental e improvisada em Aveiro.
Este festival teve a sua primeira edição em Novembro de 2014 em Aveiro no auditório do
Mercado Negro e no espaço do GRETUA o qual foi um sucesso tendo sido possível ouvir ecos
sobre o festival tanto na imprensa regional quer nacional. A edição do MEIA 2014 ficou
culminada uma extensão do festival na Casa das Artes da Fundação Bissaya Barreto no dia 12 de
Dezembro em Coimbra.

Em 2015, a segunda edição do MEIA vai realizar-se nos dias 6 e 7 de Novembro no auditório do
Gretua e vai contar com a participação de conceituados e emergentes nomes do panorama
tanto da música experimental e improvisada como do jazz nacional. Dia 6 de Novembro o
programa contará com as actuações do trio composto por Leonardo Pellegrim no saxofone,
Andreia Santos no trombone e Márcio Silva na bateria e do quarteto Paulo Alexandre Jorge and
The Free Jazz Company. No dia 7 de Novembro o espaço Gretua acolherá o quinteto Curva De
Möbius com Paulo Duarte na guitarra, Paulo Chagas na flauta e saxofone, Fernando Simões no
trombone, Miguel Falcão no contrabaixo e Luis Filipe Silva na bateria e para acabar o certame o
conceituado jovem saxofonista português João Mortagua irá tocar em duo com o baterista
Pedro Vasconcelos num concerto que será gravado para futura edição em disco pela editora de
música aveirense Pássaro Vago.

Cartaz Final MEIA 2015 x580

Dia 6:
Leonardo Pellegrim + Andreia Santos + Márcio Silva
Leonardo Pellegrim – saxofones
Andreia Santos – trombone
Márcio Silva – bateria

Paulo Alexandre Jorge and the Free Jazz Company
Paulo Alexandre Jorge – saxofones
Ulisses Teixeira – guitarra
Guilherme Carmelo – baixo
José Manuel Pereira – bateria

Dia 7:
João Mortágua + Pedro Vasconcelos
João Mortágua – saxofone
Pedro Vasconcelos – bateria

Curva De Möbius
Paulo Duarte – guitarra
Paulo Chagas – flauta e saxofone
Fernando Simões – trombone
Miguel Falcão – contrabaixo
Luis Filipe Silva – bateria

________________

Extensão Festival MEIA – Águeda


Video por:
http://www.agueda.tv/

No dia 28 de Novembro houve uma extensão do Festival na cidade de Águeda, que contou com a presença do projeto Oxímoro liderado pelo saxofonista brasileiro Leonardo Pellegrim, com seu compatriota Márcio Silva na bateria e ainda Mauro Ribeiro na guitarra.
A extensão aconteceu no Espaço InCA – Incubadora Cultural de Águeda e foi resultado de uma parceria entre a editora Pássaro Vago com a associação cultural Pauta Humana e com o apoio da Câmara Municipal de Águeda.

________________

Ficha Técnica:

Organização:
Pássaro Vago

Direção Artística:
Rui Veiga

Direção de Produção:
Luís Formiga

Co- Produção:
Pauta Humana

Ilustrução e Design:
Luís Formiga

Fotografia:
David Gama

Colaboradores:
Adriano Santos
Bruno Pinho
Pedro Guerra

Contactos:
geralmeia@gmail.com
passarovago@gmail.com

Site:
www.facebook.com/festivalmeia

Co-production | Pauta Jazz 2015

September 26, 2015

Pauta Jazz

30 de Abril e 25 de Setembro de 2015

Marco Figueiredo Trio | Cine-Teatro S. Pedro | 21h30 | 5€
Marco Figueiredo – Piano
José Carlos Barbosa – Contrabaixo
Marcos Cavaleiro – Bateria
O pianista Sertaginense Marco Figueiredo, apresenta “Triologia”, o seu terceiro álbum em nome próprio. Para este registo discográfico, o pianista convidou dois músicos com quem trabalha há alguns anos, o também Sertaginense Miguel Calhaz no contrabaixo, substítuido neste concerto por José Carlos Barbosa e o baterista Marcos Cavaleiro. Um projeto que vive da musicalidade dos intervenientes, mas principalmente da cumplicidade que criam na forma como fundem os seus instrumentos num propósito único.

Mendes, Pellegrim e Silva Jam Band | Pompeia Caffé | 24h00 | Entrada Livre
Miguel Mendes – Baixo Eléctrico
Leonardo Pellegrim – Saxofones
Márcio Silva – Bateria
Encontro entre três músicos pernambucanos a residir em Portugal para frequentar o mestrado e doutoramento em Música pela Universidade de Aveiro. Miguel Mendes atua em diversos projetos musicais em Pernambuco e trabalha com produção de bandas sonoras, tendo recebido o Prémio APACEPE de Teatro de 2012 pela peça “Duas Mulheres em Preto e Branco”. O saxofonista Leonardo Pellegrim, desenvolve trabalhos sobre a linguagem criativa/composicional da Escola Jabour & Hermeto Pascoal, é co-fundador da Orquestra Experimental de Frevo, grupo pioneiro do género em universidades de todo o mundo e do Lab. BigBand da qual é diretor musical e regente. Márcio Silva atualmente trabalha com vários artistas e grupos de música popular em turnês e festivais por todo o mundo sendo integrante dos grupos Saracotia, Circular Caxangá, Nebulosa Quinteto e Fim de Feira.

Atividades Paralelas

Jazz à Tarde | Ruas da Cidade | 14h00-19h00
Rádio-Jazz
Este é um conceito de rádio ao ar livre que procura relacionar o jazz com os espaços do quotidiano, e por outro lado levar a rádio para a rua através da instalação de uma emissão performativa. Uma atividade onde o público toma contacto de uma forma informal e simultaneamente mais natural com este género musical num programa de rádio dedicado à historia do jazz e aos seus mais reconhecidos criadores.
Jazz na Rua
Na linha das iniciativas didáticas pontuais dedicadas ao jazz e ao incentivo à pratica pedagógica da musica improvisada e toda a musica moderna, o festival contará com a apresentação performativas de um grupo de estudantes, num formato combo jazz, que decorrerá ao ar livre num espaço da cidade durante a tarde.

Organização
Pauta Humana
cmagueda

Ilustrução e Design
Joana Mendes

Contactos
Pautahumana@gmail.com
Site
new.pautahumana.com
www.facebook.com/pautajazz

Os pontos de venda de bilhetes para o espectáculo no Cine-Teatro S. Pedro serão anunciados em breve.

Protocionadores:
TUPAI, S.A.
Pompeia Caffe
Apoios à divulgação:
jazz.pt
Pássaro Vago
Centro de Estudos de Jazz UA
International Jazz Day
Rádio TerraNova

Os This Potatoe, projecto no qual estou inserido como baixista, têm dois temas novos.
Estes encontram-se disponíveis para audição e download nos links adjacentes.
(A “Entropy” conta com a participação especial de Gonçalo Lemos na bateria).

“This Potatoe is high in complex carbohydrates. Doctors all over the internet confirm This Potatoe as the ideal energy source for your body.”

This potatoe – Entropy

This potatoe – If the Sun Won’t Shine