luis formiga

As velas ardem até

June 28, 2022

001

Trabalho de Colaboração | Projeto da autoria de Daniel Oliveira, arq.

conservatorio

Ampliação do Conservatório de Música de Águeda, projecto inserido numa intervenção de maior escala com/em construções preexistentes.

“Do programa fazia ainda parte a construção de uma Sala Polivalente para satisfazer as necessidades espaciais e funcionais do Conservatório de Música de Águeda.
A exiguidade e a posição secundária do terreno disponível para a Sala Polivalente – nas traseiras face ao núcleo central do edificado preexistente -, e o facto de não ser desejável que essa ampliação ofuscasse a casa existente (Casa do Adro), potenciaram muita liberdade à composição e ao desenho da forma. A Sala Polivalente configurou-se em forma geométrica irregular e semienterrada. Na superfície, nas extremidades do volume construído desenharam-se dois volumes prismáticos vítreos transparentes que sinalizam duas entradas descendentes da Sala Polivalente que se situa abaixo. No período nocturno estes dois prismas funcionam como dois faróis que iluminam e pontuam o exterior. O espaço introvertido da Sala Polivalente, de forma geométrica irregular em planta e no recorte do tecto, de tratamento simples, quase minimal, é coroado por uma clarabóia que promove um inesperado e especial relacionamento com o exterior e com o zénite.

A luz solar, enquanto material sublime, gratuito e precioso para qualquer espaço habitável pelo homem, provoca nesta sala uma qualidade sensível, um carácter poético, quase espiritual e místico, concedendo-lhe outras dimensões e relacionando-o com a temporalidade.
A escavação, a forma de ‘gruta’ escavada, possibilitou o ‘desenho’ da luz e o controlo do aporte plástico daquele espaço. Assentou-se o labor projectual na geometria e na luz solar, com a crença que esse caminho essencial poderia dar acesso a uma ambiência meditativa e transcendente, epítome de uma simplicidade eloquente.

conservatorio 2

O volume da Sala Polivalente hipogeia, que em absoluto é telúrico, ‘brota’ do chão, como se fosse a materialização do mito organicista menos ortodoxo, e implanta-se (semienterrando-se) de modo a implicar o mínimo possível na paisagem e na envolvente construída preexistente. Só a cobertura piramidal de base irregular, poliédrica e enviesada – truncada no topo para abertura de uma clarabóia – se dá a ver, corporificando-se como um afloramento rochoso, como uma ‘acidente’ topográfico arquitectado ou como uma escultura pousada no jardim, um acontecimento de landscape art. A cobertura faz parte da imagética geológica ou topográfica, foi tratada como se de uma ‘rocha’, de um afloramento do terreno se tratasse, como se a ele pertencesse desde sempre. Integra-se de modo sereno, circunspecto e preciso no contexto.”

Excerto do texto retirado do paper publicado em Junho de 2020 em Researchgate.net da autoria do Prof. Doutor Daniel Oliveira.

DSCF5807
DSCF6071
DSCF6250
DSCF1735
DSCF6053

Recomendações com adjetivos normalmente encontrados no calor de uma fogueira. O nome diz quase tudo.
Carregar no logo do player para abrir directamente no Spotify.
Abraço-vos

“Faz a MALA! * Manifestação Literária de Águeda”

Decorrerá de 30 de outubro a 7 de novembro 2020, com atividades para todas as idades.
Garanta o seu lugar através do e-mail: bmma.educativo@cmagueda.pt

MALA

Resumo:

SEXTA 30 OUTUBRO

17h30 | Abertura do evento e Inauguração da Exposição “A GUERRA” de André Letria
patente: 30 OUTUBRO a 30 DEZEMBRO 2020
destinatários: público em geral | espaço: sala polivalente | lotação: 30 pessoas

21h30 | Oficina de Ilustração com André Letria
destinatários: jovens e adultos | espaço: sala polivalente | lotação: 10 pessoas

SÁBADO 31 OUTUBRO

10h00 – 12h00 | Porque hoje é sábado…
Oficina de Ilustração com André Letria
destinatários: crianças | espaço: sala polivalente | lotação: 10 pessoas

15h00 – 17h00 | Biblioteca Humana…
Quando aprendi a ler com a participação da APCSA – Universidade Sénior de Águeda
destinatários: famílias | espaço: online, acesso restrito

21h30 | Histórias nas Freguesias na UF ÁGUEDA / BORRALHA
destinatários: público em geral | espaço: salão da Junta de Freguesia | lotação limitada

SEXTA 6 NOVEMBRO

18h00 | Inauguração da Exposição “EXPOR A MALA” por Ivo Hoogveld e David Gama
destinatários: público em geral | patente: 6 A 28 NOVEMBRO 2020

SÁBADO 7 NOVEMBRO

10h00 – 12h00 | Porque hoje é sábado…
10h00-11h00 | Oficina de Ilustração “Abrir a Mala”com Ivo Hoogveld
destinatários: famílias | espaço: sala polivalente | lotação: 10 pessoas

11h15-12h00 | Espetáculo “Mundinêta… etapa #3: América” de Ni Fernandes
destinatários: famílias | espaço: sala polivalente | lotação: 30 pessoas

11h00-12h00 | Oficina de Introdução ao Desenho com David Gama
destinatários: jovens | espaço: sala forúm | lotação limitada

14h00 e 17h00 | Passeio Poético de Catarina Viegas e Luís Formiga
destinatários: público em geral | espaço: saída do pátio da BMMA | lotação limitada

15h00-16h45 | Onde viajam os autores locais?
Conversa com os autores locais sobre as suas ambições e expectativas em relação à MALA.
destinatários: autores locais | espaço: online, com acesso restrito

Vivendo no encontro de um loop da lembrança do basilar com a incoerência latente na nostalgia do póstero, “O Cume” sempre me pareceu uma música adereçada de um otimismo triste. Insuflar esperança vasculhando o passado pode ser tudo isso.
Na companhia do meu pal, Jorge Pandeirada (1/4 dos Cabaret Malícia).

___

Luis Formiga e Cabaret Malícia – O Cume (letra)

Quero conhecer as esquinas ao mundo
E a força com que sopram os seus ventos
A cor das flores e o cheiro das ruas
E no olhar dos homens os seus tormentos

E quando chegar ao cume da montanha e pensar que nada mais me resta
Olhar para trás
Lembrar que é subir que me satisfaz

Deixar a face perdoar o espelho
E a idade fazer as pazes com o corpo
Saber estar só antes de acompanhado
E se mesmo vencido, nunca derrotado

Abandonar a fadiga de tanto querer
E quando a curiosidade não for mais destino
Ser um com a terra, da qual bebem as raízes
E saber partir com sorriso de menino

E quando chegar ao cume da montanha e pensar que nada mais me resta
Olhar para trás
Lembrar que é subir que me satisfaz

2%

February 29, 2020

2%

Luís Formiga e Cabaret Malícia
#pakoforever, sem dúvida. 2% da semana. Os restantes, em casa, a ouvir a canção cansada.
https://www.instagram.com/luisformiga.cabaretmalicia/