2018

Clique na foto para ver mais.

Luís Formiga e Cabaret Malícia no Avenida Café-Concerto no passado dia 1 Dezembro. Concerto de abertura para MEDEIROS/LUCAS. E que privilégio! Um dos meus projectos portugueses prediletos, com protagonistas à altura desta admiração. Obrigado a todos o que estiveram presentes. (E, se tudo correr bem, acredito que não teremos de esperar mais um ano para nos vermos novamente!). Obrigado à Covil e aos Incansáveis Sacanas.

As bonitas fotografias são da autoria da Viewpoint.Studio.
Abraço-vos!

{ 0 comments }

https://www.facebook.com/events/670632813319116/

{ 0 comments }

Concert | Avenida CC @Aveiro

November 19, 2018

Screen Shot 2018-11-19 at 21.03.01

concerto:
Luís Formiga e Cabaret Malícia
MEDEIROS / LUCAS

O novo disco de MEDEIROS/LUCAS foi editado a 16 de Março de 2018. “Sol de Março” encerra a triologia iniciada com “Mar Aberto” (2015) e “Terra do Corpo” (2016) e tem selo Lovers & Lollypops. As novas canções brincam com as relações entre a luz e a sombra, mantendo o tom melancólico e de balada em temas como “Podre Poder”, o primeiro avanço lançado no final do ano passado, mas abrindo caminho a novas paisagens mais luminosas e festivas. Exemplo disso o segundo single “Elena Poena” que nos mostra novos espaços de maior desafogamento e simplicidade. Os caminhos fazem-se conduzidos pela voz de Medeiros que nos mostra agora outras facetas, com melodias mais vincadas e com maior alcance. As letras, essas, continuam a ter como autor o escritor açoriano João Pedro Porto.

1ª Parte: Luís Formiga e Cabaret Malícia
“Não se espere entretenimento, risadas vazias e letras em vácuo. Aquele que se descreve como “caçador de cerejas e tempestades” há-de continuar a trocar os v’s pelos b’s e a levar a sua música com gente dentro, na catarse do tempo. Expurgando os seus demónios numa terapia diáfana, para nos relembrar que mesmo no recanto mais negro da nossa alma se pode vislumbrar a beleza que reside entre notas e palavras.”
– Manuel A. Fernandes

Evento:
https://www.facebook.com/events/670632813319116/

Preçário:
7,00€, até 25 de Novembro
9,00€, após 26 de Novembro

{ 0 comments }

Festival MEIA 2018

November 18, 2018

MEIA 2018
Design e Produção do Festival de Música Experimental e Improvisada em Aveiro

MEIA 2018 banner

O Improviso e o Experimentalismo estão de volta à cidade de Aveiro entre os dias 22 e 25 de novembro.
Nesta quinta edição, o festival da música mais desafiante, espalha-se pelos quatro palcos mais activos da cidade de Aveiro.

No dia 22 o mini-auditório da VIC, recebe Fantasma, alter ego do portuense Pedro Centeno, artista visual, músico, dj e curador de eventos de música independente como as festas da Parva. Na mesma noite o clarinetista inglês Noel Taylor, activo improvisador da cena londrina, membro da London Improvisers Orchestra e recentemente radicado em Lisboa convida Maria do Mar (violino) para um concerto guiado pela exploração da música clássica à contemporânea através da improvisação.
Na sexta feira, 23, o festival segue para o auditório do GrETUA para uma sessão de Desterronics. A habitual sessão de quarta feira de música electrónica improvisada da cave do Desterro em Lisboa, move-se até Aveiro para 3 horas de música non-stop em que o Finlandês, Jari Marjamaki, conduz uma dezena de músicos experimentalistas, munidos de equipamentos electrónicos.
A grande festa está reservada para sábado, 24, na Associação Cultural Mercado Negro, com a presença do tailandês Pisitakun, artista multidisciplinar fortemente empenhado no activismo politico através das suas criações artísticas. Na mesma noite tocarão os Baphomet, quinteto que usa o improviso como elo de ligação do free-jazz ao rock progressivo ou psicadélico com a electrónica à mistura. Mais tarde Hugo Branco (Piurso) e Rui Veiga (Caloriouz) juntam-se aos visuais de Ivo Reis (Animatek) numa performance improvisada de electrónica. Para fechar a noite, o produtor João Melo conhecido pelo seu trabalho em Mind Safari, apresenta o seu mais recente projecto Joan, lançado pela editora Fungo e que tem como maiores influências as bandas sonoras nipónicas.
O recentemente inaugurado Avenida Café-Concerto, recebe o ultimo dia de concertos com, Khaori, projecto de Henrique Vilão e Tiago Damas e Ensembleia, uma ensemble que tem como base a criação de sonoridades experimentais e/ou improvisadas em tempo real.
Nos dias 24 e 25, haverá ainda lugar a um workshop dedicado à criação de esculturas sonoras realizado pelos israelitas Roi Carmeli e Tom Krasny. O workshop decorrerá nas instalações da VIC – Aveiro Arts House.

MEIA 2018

Programa:
Dia 22
Local: VIC // Aveiro Arts House
22h00 – Pedro Centeno aka Fantasma (live) (pt)
23h00 – Noel Taylor/Maria do Mar (uk/pt)
Noel Taylor – Clarinetes
Maria do Mar – Violino

Dia 23
Local: GrETUA
22h-01h – Desterronics (live) (pt)

Dia 24
Local: Associação Cultural Mercado Negro
22h00 – Pisitakun (th)
23h00 – Baphomet (pt)
Guilherme Camelo – Guitarra Elétrica
Paulo Duarte – Guitarra Elétrica
Mestre André – Saxofone
ChicoGoBlues – Percussões
Pedro Santo – Bateria
00h00 – Piurso + Caloriouz + Animatek (live) (pt)
01h00 – Joan (live) (pt)

Dia 25
Local: Avenida Café-Concerto
Khaori (pt) – 18h30
Ensembleia (pt) – 19h30

Workshops:

“Estratégia Musical”
por Bitocas Fernandes
23 de novembro 18h30 e 24 novembro das 11h00 às 12h30

“Introduction to Sound Sculptures”
por Roi Carmeli e Tom Krasny (il)
24 e 25 novembro 14h30 – 19h30

{ 0 comments }

Untitled

no Aural

October 5, 2018

no Aural

AURAL é um Festival Internacional de Arte Sonora, com organização da Glocalmusic, e possuí uma programação que nos envolve numa intenerância da escuta profunda sobre o território e nós próprios, ao qual a Pássaro Vago se associou.

Para consulta:
https://www.facebook.com/FestivalInternacionaldeArteSonora/

Tom in town

September 10, 2018

O rapaz improvisado passou por Aveiro para tocar na inauguração do @avenidacc. Como se não bastasse o carinho já característico, ainda me deixou este seu menino para eu experimentar! #tomwaits

Auto retrato sem barbeiro

August 30, 2018

auto retrato sem barbeiro